Moçambique: Desmobilizadas mais de 100 guerrilheiras da Renamo

Líder da Renamo, Ossufo Momade

Líder da Renamo, Ossufo Momade

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, o líder da Renamo, Ossufo Momade, e o representante do Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas, Mirko Manzoni, testemunharam no sábado, 05 de setembro, a desmobilização de 140 guerrilheiras que faziam parte da força residual do maior partido da oposição no país.

A cerimónia teve lugar na base de Mapangapanga, em Vunduzi, no distrito de Gorongosa, que era a base Central da Renamo. No local existem 434 guerrilheiros, dos quais 140 são mulheres.

As desmobilizadas regressaram assim à vida civil, sendo a maior parte delas militares da Renamo há 30 anos ou mais.

O evento foi dirigido pelo chefe de Estado, que enalteceu o papel das guerrilheiras no processo de pacificação e recordou um dos encontros com o então líder da Renamo, Afonso Dhlakama. Segundo o próprio, nesse encontro pediu ao malogrado que falasse com as militares e elas pediram que se acelerasse o processo de paz porque queriam retornar às suas zonas de origem.

Por sua vez, Momade afirmou que as guerrilheiras são o exemplo de que a Renamo sempre priorizou a igualdade do género em todas as frentes em que está envolvida.

Além disso, defendeu igualmente, elas são heroínas e merecem ser muito bem tratadas e acarinhadas por todos. Isto porque a democracia que se vive hoje em Moçambique é fruto do sacrifício delas, bem como o processo de descentralização em curso, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Partidos alertam para a agudização da instabilidade e caos total

Guiné-Bissau: Partidos alertam para a agudização da instabilidade e caos total

A Coligação PAI Terra Ranka e o Fórum para a Salvação da Democracia, que congrega MADEM-G15, PRS e APU-PDGB, reuniram…
Moçambique recebe mais USD 60 milhões do FMI

Moçambique recebe mais USD 60 milhões do FMI

Moçambique vai receber 60 milhões de dólares do Fundo Monetário Internacional (FMI), no âmbito do programa de assistência ao país. …
Cabo Verde: CMP trabalha para resolver reivindicações dos trabalhadores

Cabo Verde: CMP trabalha para resolver reivindicações dos trabalhadores

A Câmara Municipal da Praia (CMP) reafirmou o compromisso de resolver as reivindicações dos trabalhadores. No entanto, sublinhou que muitos…
Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Oito funcionários do Departamento da Migração de Lilongue e mais dois civis foram, esta quinta-feira (11), detidos por suspeita de…