Moçambique

Moçambique ensaia tratamento no distrito de Magude para erradicação da malária

O Centro de Investigação em Saúde da Manhiça (CISM) está a realizar um ensaio clínico no distrito de Magude, para a erradicação da malária. Segundo o director do CISM, Eusébio Macete, a experiência “consiste na combinação de acções que vão desde a tomada de medidas preventivas e curativas, até à monitorização das causas da casos de malária. Este ensaio é uma iniciativa conjunta de várias instituições que lutam contra a doença em Moçambique, escreve o portal do Governo de Moçambique.

O médico já revelou otitismo e acredita no sucesso da experiência, que caso se verifique poderá erradicar a malária em Moçambique nos próximos anos.  Também o Presidente da República, Filipe Nyusi, encorajou o CISM a continuar com as suas acções no sentido de investigar e identificar soluções para os problemas que afetam o país na área da saúde.

O CISM foi criado em 1996 com o objectivo de impulsionar e conduzir investigação biomédica em áreas prioritárias de saúde no país. Desde a sua criação, desenvolveu-se seguindo a orientação de um programa de cooperação bilateral entre os Governos de Moçambique e de Espanha e com o apoio do Hospital Clínic da Universidade de Barcelona, Espanha.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo