Moçambique: Estado Islâmico capturou soldados

Um grupo de insurgentes decapitou 12 pessoas durante ataques feitos a 11 aldeias do distrito de Muidumbelocalizado na província de Cabo Delgado. O Estado Islâmico anunciou que capturou soldados, tendo a situação causado mais pânico e levado assim a uma nova vaga de deslocados.

“Eles, Al-Shabaab [nome pelo qual são conhecidos os insurgentes], continuam lá nas aldeias hoje (terça-feira, 03 de novembro), e queimaram casas da população e instituições do Governo (públicas)”, disse um morador local a uma publicação estrangeira. 

Foi ainda revelado que os insurgentes ocuparam primeiro a aldeia de Namacule e que depois começaram então a lançar as investidas contra outras aldeias. As Forças de Defesa e Segurança (FDS) só interviram após a tomada de posse de algumas aldeias. 

“Muitas pessoas estão a fugir de novo. Tínhamos ficado muitos meses sem ser atacados por Al-Shabaab, mas agora vieram mais”disse também outro morador. 

Recorde-se que Muidumbe foi atacado no início de abril, altura em que foi tomada a sede distrital por insurgentes que controlaram a vila durante várias semanas. Este distrito fica a sul de Mocímboa da Praia, cuja vila e o porto foram capturados e continuam sob o controlo dos insurgentes desde agosto.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Angola: PR quer mais investimentos do setor privado

Angola: PR quer mais investimentos do setor privado

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, defendeu maiores investimentos privados norte-americanos, no âmbito da parceria estratégica. O objetivo…
Moçambique: Chang acusado de corrupção e de outros crimes

Moçambique: Chang acusado de corrupção e de outros crimes

O ex-ministro das Finanças de Moçambique, Manuel Chang, é acusado pelo Gabinete Central de Combate à Corrupção (GCCC) de se…
Alemanha assina acordo de gás com Catar

Alemanha assina acordo de gás com Catar

A ConocoPhillips e a QatarEnergy assinaram nesta terça-feira, 29 de novembro, um acordo para exportação de gás natural liquefeito do…
Guiné-Bissau: Presidente Sissoco Embaló não permitirá desordem nem falsas crises

Guiné-Bissau: Presidente Sissoco Embaló não permitirá desordem nem falsas crises

O Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, afirmou que não permitirá a desordem nem falsas crises no país. O chefe…