Moçambique

Moçambique: Ex-ministro da Saúde critica gestão da Covid-19

O ex-ministro da Saúde Hélder Martins decidiu demitir-se da Comissão Técnico-Científica para Prevenção e Resposta à Pandemia da Covid-19. O motivo deve-se àquilo que considera ser uma má gestão do cenário pandémico.

As observações críticas foram feitas através de uma carta dirigida ao Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, e ao primeiro-ministro, Agostinho do Rosário. No documento foram apresentados 13 motivos para a demissão.

Entre essas razões está o facto de as recomendações da Comissão Técnico-Científica para Prevenção e Resposta à Pandemia da Covid-19 serem ignoradas e de o Governo estar a tomar decisões sem ouvir o órgão. Segundo Hélder Martins, “uma epidemia não pode ser gerida por políticos”.

Assim, continuou, uma vez que não quer ser “tomado como cúmplice” de medidas “tão desacertada” como o recolher obrigatório no Grande Maputo, preferiu sair do cargo.

O atual ministro da Saúde, Armindo Tiago, reagiu a esta demissão dizendo que respeitava a decisão de Hélder Martins e os motivos expostos. Assegurou, no entanto, que a Comissão iria continuar a trabalhar.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo