Moçambique: Ex-ministro dos Transportes acusado de corrupção

O antigo ministro dos Transportes e Comunicações Paulo Zucula está envolvido num processo que teve início nesta quinta-feira, 27 de fevereiro, uma vez que é acusado de receber subornos do fabricante brasileiro de aviões, Embraer. 

O visado é suspeito de ter aceitado subornos enquanto membro do Governo para facilitar a aquisição de duas aeronaves pela companhia aérea moçambicana LAM. 

São também arguidos neste caso o ex-presidente das linhas aéreas moçambicanas (LAM), José Viegas, e o consultor da Embraer, Mateus Zimba, ex-diretor da empresa General Electrics em Moçambique, por serem indiciados da prática de sobrefaturação num valor que corresponde a cerca de 400 mil dólares (365.264 euros). 

Zucula, Viegas e Zimba são acusados de terem recebido subornos no valor de 800 mil dólares (730.527 euros) da Embraer entre 2008 e 2010. O Ministério Público moçambicano imputa ainda a Zucula os crimes de participação económica em negócio e branqueamento de capitais. 

ex-ministro dos Transportes e Comunicações responde a este processo em liberdade. No entanto, encontra-se detido preventivamente desde junho do ano passado devido a suspeitas de ter recebido valores que variam entre 135 mil dólares e 315 mil dólares (123 mil e 287 mil euros) para facilitar a adjudicação de obras do Aeroporto de Nacala, na província de Nampula, à construtora brasileira Odebrecht. 

Em março do ano passado, Zucula já tinha sido condenado a 14 meses de prisão por autorizar o pagamento de salários indevidos a gestores do Instituto de Aviação Civil de Moçambique. Essa pena não chegou a cumprir-se por ter sido convertida em multa.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Brasil: Autoridades europeias criticam atos de vandalismo

Brasil: Autoridades europeias criticam atos de vandalismo

O presidente da Comissão dos Assuntos Externos do Parlamento Europeu, David McAllister, o presidente da Delegação à Assembleia Parlamentar Euro-Latino-Americana,…
Brasil: Governador do Rio de Janeiro cria grupo para monitorizar e evitar ataques de vândalos

Brasil: Governador do Rio de Janeiro cria grupo para monitorizar e evitar ataques de vândalos

Claudio Castro, governador do Estado do Rio de Janeiro, no Brasil, esteve em Brasília com governadores e representantes das 27…
Brasil: agressões a jornalistas “preocupa” membros do governo

Brasil: agressões a jornalistas “preocupa” membros do governo

O ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM) do Brasil, Paulo Pimenta, disse que existe “o…
Timor-Leste: Governo introduz voto postal no estrangeiro para as legislativas

Timor-Leste: Governo introduz voto postal no estrangeiro para as legislativas

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou uma proposta de alteração à lei das eleições para o Parlamento. Esta visa…