Moçambique: Exército sul-africano quer entrar em Cabo Delgado

O exército sul-africano está a preparar as suas tropas para entrarem em Moçambique. No entanto, tal tem sido feito sem que o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, tivesse pedido apoio militar.

A base militar de Wallmannsthal, perto de Pretória, está cada vez mais ocupada desde o início de julho. O general Xolani Mankayi ordenou que os soldados da 43 Brigada da África do Sul, que formam a unidade de intervenção rápida da Força de Defesa Nacional da África do Sul (SANDF), começassem um programa de treinamento intensivo.

Por sua vez, a chefe de gabinete da SANDF, Solly Shoke, manifestou uma crescente preocupação com a autoproclamada insurreição islâmica.

Segundo essa fonte, a referida insurreição está a consumir a província de Cabo Delgado e quer ter uma unidade pronta para intervir. Isto caso o Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, dê ordens para o exército avançar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Dieta saudável rica em fruta pode reduzir risco de diabetes tipo 2

Dieta saudável rica em fruta pode reduzir risco de diabetes tipo 2

Num estudo com 7.675 australianos, o maior consumo de frutas foi associado a melhores índices de tolerância à glicose e…
Cabo Verde: PAICV preocupado com pobreza no Paul

Cabo Verde: PAICV preocupado com pobreza no Paul

O dirigente da bancada do PAICV, Nilton Delgado, realçou no discurso feito na sessão solene da Assembleia Municipal do Paul que a pobreza é o maior desafio neste concelho. …
A falta de educação matemática afeta negativamente o desenvolvimento do cérebro

A falta de educação matemática afeta negativamente o desenvolvimento do cérebro

Um novo estudo, publicado este mês no Proceedings of the National Academy of Sciences, mostra que, dentro da mesma sociedade,…
Moçambique: Total diminui força de trabalho no país

Moçambique: Total diminui força de trabalho no país

A petrolífera francesa Total decidiu reduzir a sua força de trabalho em Moçambique, na sequência do recente ataque armado contra Palma. Recorde-se que este local é…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin