Moçambique: FAN enumera os maiores problemas do ambiente de negócios no país

A Fundação do Ambiente de Negócios (FAN) declarou que em Moçambique a corrupção, a burocracia e a falta de acesso ao financiamento são os principais problemas do ambiente de negócios, sendo essa a conclusão de um estudo apresentado pela fundação nesta quarta-feira, 20 de novembro.

No total, são 30 os problemas que dificultam o desenvolvimento de negócios no país, tendo esta sido apenas a primeira parte de um estudo que poderá continuar e que irá envolver mais intervenientes. No entanto, a FAN afirmou que, para já, só vai atacar os três obstáculos referidos.

Após terem sido selecionados esses três maiores constrangimentos, o setor privado reuniu-se na terça-feira para definir estratégias de como resolvê-los de forma específica.

O mais recente relatório do Doing Busines do Banco Mundial indica que Moçambique caiu três lugares, apesar de ter melhorado em alguns aspectos, entre os quais o tempo de registo de uma empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Rússia recusa discutir segurança nuclear em Chernobyl

Rússia recusa discutir segurança nuclear em Chernobyl

A Rússia rejeitou nesta segunda-feira, 07 de março, a proposta da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) para uma reunião…
Moçambique: INSS apela a contribuintes da empresa Dougongo Cimentos a aderir ao uso do sistema on-line

Moçambique: INSS apela a contribuintes da empresa Dougongo Cimentos a aderir ao uso do sistema on-line

A brigada da Delegação distrital do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) de Matutuine, na província de Maputo, deslocou-se, na…
Cabo Verde: Walter Barros luta contra a criminalidade com o projeto “Believe”

Cabo Verde: Walter Barros luta contra a criminalidade com o projeto “Believe”

O projeto “Believe”, foi criado dentro da cadeia de são Martinho pelo Walter Barros, em novembro de 2017 depois de…
Guiné Equatorial acolhe delegação da CPLP

Guiné Equatorial acolhe delegação da CPLP

Uma delegação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) aterra na Guiné Equatorial esta segunda-feira, 07 de março, segundo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin