Moçambique: Filipe Nyusi presente na abertura do XXXIII Conselho Coordenador do Ministério do Interior

Apesar dos últimos casos de raptos verificados na cidade e província de Maputo, o Presidente da República e comandante-chefe das Forças de Defesa e Segurança (FDS), Filipe Nyusi, destaca as melhorias no combate a este crime, sublinhando a redução em seis casos em comparação a igual período.

Filipe Nyusi discursou, no passado dia 29 de novembro, na abertura do XXXIII Conselho Coordenador do Ministério do Interior (MINT) que decorreu sob o lema “Consolidando Estratégias de Desenvolvimento Institucional e de Aprimoramento da Segurança Interna Face aos Desafios da Criminalidade Organizada, Com Enfoque nos Raptos, Terrorismo, Seu Financiamento e Branqueamento de Capitais”.

O Comandante-Chefe das FDS considerou que o lema escolhido foi bastante oportuno e que se conjuga com a realidade das Força de Defesa e Segurança (FDS), que são chamados a redobrar esforços para o combate à criminalidade no território nacional.

“Há significativos avanços entre este e o último Conselho Coordenador onde foram alcançados inúmeros resultados encorajadores, dentre eles a redução em seis casos de raptos, detenção de 31 indiciados, desativação de cativeiros e resgate de duas vítimas”, avançou Filipe Nyusi.

Aurélio Sambo – Correspondente 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

A Vice-Presidente da República de Angola, Esperança da Costa, recebeu em audiência a líder da Assembleia Parlamentar da Organização dos…
Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

O antigo Primeiro-ministro e conselheiro especial do Presidente da República, Nuno Gomes Nabiam demitiu-se das funções alegando a “falta de…
Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

O Ministério do Interior da Guiné-Bissau informou esta segunda-feira, 19 de Setembro, ter detido 41 indivíduos de nacionalidade camaronesa, assim…
Angola: UE vai financiar novos projetos avaliados em 90 milhões de euros

Angola: UE vai financiar novos projetos avaliados em 90 milhões de euros

A União Europeia (UE) vai financiar, com 90 milhões de euros, quatro novos projetos, em Angola. O montante vai ser…