Moçambique

Moçambique: FMI adia visita a Maputo devido ao coronavírus

Fundo Monetário Internacional

O Fundo Monetário Internacional (FMI) adiou a visita de uma equipa técnica a Maputo, capital moçambicana, devido ao surto do coronavírus (Covid-19). Tal estava marcado para a segunda quinzena deste mês com o objetivo de dar início a negociações da retoma de financiamento direto ao Orçamento do Estado moçambicano.

Esta situação prejudica o Governo de Moçambique, uma vez que se encontra privado de fundos externos ao Orçamento do Estado desde abril de 2016, altura em que os principais doadores suspenderam o apoio na sequência do escândalo da dívida pública.

O FMI recebeu em fevereiro um pedido formal do Executivo de Maputo para o início das discussões em volta de uma possível retoma ao financiamento. Os encontros tinham sido agendados para a segunda quinzena de março, mas acabaram por ser adiados devido a esta pandemia.

No entanto, o representante residente do FMI em Moçambique prevê um desfecho favorável para o Governo de Filipe Nyusi. Essa declaração de Ary Aisen à imprensa em Maputo foi feita à margem do lançamento do Manual sobre Projeções Macroeconómicas em Moçambique, instrumento que servirá de base para a melhoria da planificação orçamental.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo