Moçambique: Governadora de Niassa não quer que o terrorismo se expanda para Mavago

Na sua recente visita ao distrito de Mavago, que faz fronteira com Mecula, que já foi vítima de ataques terroristas, a governadora de Niassa, manifestou publicamente o desejo de não ver a expansão do terrorismo naquela província, em particular nos distritos vizinhos. 

Judite Massengele, pediu à população de Mavago, para não permitir que os terroristas se expandam àquele distrito, por isso deve intensificar a vigilância e denúncia dos movimentos estranhos.

Judite que falava pouco depois da entrega de duas escolas primárias para 2 mil alunos, recordou que o terrorismo é responsável pela destruição de infra-estruturas públicas e privadas.

Entrentanto, a população distrito de Mavago pede mais oportunidades na exploração de rubi, um dos mais importantes recursos minerais do posto administrativo de M’sawise. A população, que também quer expansão da energia eléctrica, denunciou a falta de colaboração com os técnicos da Reserva Especial do Niassa, no que se refere à exploração daquele recurso mineral valioso.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde é dos 21 melhores destinos para visitar em 2023

Cabo Verde é dos 21 melhores destinos para visitar em 2023

Cabo Verde encontra-se entre os 21 melhores destinos para se visitar em janeiro de 2023, de acordo com a lista…
Angola: Acidentes de viação são segunda causa de morte do país

Angola: Acidentes de viação são segunda causa de morte do país

A Vice-Presidente de Angola, Esperança da Costa, partilhou a sua surpresa no que diz respeito à existência de um grande número…
Moçambique recebe mais USD 59 milhões do FMI para OE

Moçambique recebe mais USD 59 milhões do FMI para OE

O Fundo Monetário Internacional (FMI) concluiu a primeira avaliação do programa de financiamento de três anos ao Orçamento do Estado…
Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima um crescimento considerável do crédito à economia em 2023 para Moçambique.  Se isso se…