Moçambique: Governo acusado de “traçar cenário alarmista” para apoio internacional

O Centro para Democracia e Desenvolvimento (CDD), uma Organização Não Governamental (ONG) moçambicana, acusou o Governo de “traçar um cenário alarmista”, uma vez que o mesmo previu 20 milhões de infeções por Covid-19 nos próximos seis meses.

O Governo moçambicano traçou um cenário alarmista de 20 milhões de infetados para atrair apoio da comunidade internacional”, pode ler-se na nota divulgada pelo CDD.

O Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) anunciou na segunda-feira, 20 de abril, durante um conselho coordenador em Maputo, que o executivo moçambicano prevê que, no pior cenário, cerca de 20 milhões de pessoas possam ser infetadas pelo surto nos próximos seis meses. Como tal, o país iria precisar de 34 mil milhões de meticais (465 milhões de euros) para enfrentar a doença.

Além de “alarmista”, criticou o CDD, tal previsão cria um clima de pânico na sociedade. O número avançado pelas autoridades moçambicanas representa o dobro das infeções previstas para o continente africano pela Organização Mundial da Saúde (OMS), lembrou.

“O executivo devia informar com muita responsabilidade sobre a situação da Covid-19 em Moçambique”, concluiu, sugerindo que sejam as autoridades de saúde a fazer a apresentação destas projeções, de maneira a evitar que sejam traçados “cenários catastróficos, com o objetivo de angariar ajuda internacional”.

O país tem, atualmente, um total de 39 casos oficiais, encontrando-se em estado de emergência durante todo este mês de abril, com escolas, espaços de diversão e lazer encerrados, proibição de todo o tipo de eventos e de aglomerações, além da suspensão da emissão de vistos.

O número de mortes causadas pela Covid-19 em África subiu para 1.158 nas últimas horas, com mais de 23 mil casos registados da doença em 52 países.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

O Vice-Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Domingos Barreto, informou que o debate público dos candidatos à Presidência da…
Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, confere posse a Adriano Maleiane nesta sexta-feira, 04 de março. O ex-ministro da…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin