Moçambique

Moçambique: Governo analisa novas medidas para travar o coronavírus

Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi

O Governo moçambicano está a ponderar a adoção de novas medidas para combater o coronavírus (Covid-19). Esta é uma medida preventiva para que a pandemia não atinga o país, que não tem qualquer caso até ao momento.

É a evolução do surto nos países vizinhos que coloca o Governo em alerta e prontidão para anunciar novas medidas para travar eventual propagação. Além deste tema, também o do impacto económico e social do coronavírus foi um dos assuntos que esteve em cima da mesa na 9.ª sessão ordinária do Conselho de Ministros, realizado nesta terça-feira, 17 de março, em Maputo.

Os países vizinhos já afetados com o vírus proveniente da China são a África do Sul, a Swazilândia e a Tanzânia.

“Não há confirmação ainda de qualquer caso de coronavírus, mas a situação que está a decorrer nos países circunvizinhos é preocupante e pode justificar o anúncio de novas medidas nos próximos dias”, explicou o porta-voz do Conselho de Ministros, Filimão Swaze, em conferência de imprensa no final dessa reunião.

Por enquanto, o impacto direto da pandemia para Moçambique mantém-se imprevisível, ainda que o executivo esteja ciente de que vai mexer com os instrumentos de planificação para o ano em curso, nomeadamente o Plano Económico e Social (PES) e o Orçamento do Estado (OE), que ainda estão na fase preliminar da sua elaboração.

“A situação que está a ocorrer no mundo está a alterar as previsões macro-económico até em países do primeiro mundo, portanto, nós não somos uma ilha nesta questão do coronavírus, estamos integrados nesta economia global pelo que aquilo que tiver acontecido esta manhã e que ainda não nos chegou a conhecimento, o que acontecer amanhã é determinante para alterar alguns documentos programáticos de governação de um dia para noite”, acrescentou.

A mesma fonte assegurou que o Orçamento do Estado e o Plano Económico Social deste ano “vão reflectir o impacto macro-económico do coronavírus no país”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo