Moçambique: Governo debate com Frelimo, Renamo e MDM a atuação da Polícia nas eleições

O Governo moçambicano voltou a estar presente no Parlamento esta quinta-feira, 08 de novembro, para responder às perguntas feitas pelas bancadas parlamentares da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) e do Movimento Democrático de Moçambique (MDM).

Neste segundo dia da sessão de esclarecimentos do Governo à Assembleia da República, o tema que dominou o debate foi a atuação da Polícia durante o processo eleitoral, tendo as eleições autárquicas sido realizadas no país a 10 de outubro. Em resposta à insistência da Renamo, o ministro da Justiça reforçou que as autoridades agiram dentro das normas. Joaquim Veríssimo aproveitou o momento para responsabilizar a Renamo, maior partido da oposição, pela agitação ocorrida em algumas autarquias.

Por sua vez, o MDM exigiu que fossem divulgadas mais informações sobre os ataques registados na província de Cabo Delgado. Quanto a este assunto, o Governo esclareceu que não vai divulgar mais dados, tendo alegado que o caso já se encontra entregue à Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

O ex-primeiro-ministro angolano e militante do MPLA, Marcolino Moco, afirmou que o partido no poder, tal como o líder João…
Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

A Embaixadora de Moçambique em São Tomé e Príncipe, Osvalda Joana, partilhou a vontade do país que representa em reforçar…
Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

A presidente da Comissão Política Regional do PAICV em Santiago Norte, Carla Carvalho, afirmou que o “grande desafio” do mandato…
Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

O ministro da Educação em Portugal, Tiago Brandão Rodrigues, reafirmou nesta sexta-feira, 11 de março, que as escolas portuguesas estão preparadas…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin