Moçambique

Moçambique: Governo promove emprego para combater ataques em Cabo Delgado

Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi
Filipe Nyusi

O Governo moçambicano anunciou nesta quinta-feira, 12 de março, que vai criar um organismo para a promoção de emprego para a juventude no Norte do país. A medida criada visa evitar o recrutamento de jovens por grupos armados, que têm realizado ataques na província de Cabo Delgado desde outubro de 2017.

De acordo com o porta-voz do Conselho de Ministros, Filimão Suaze, os jovens podem encontrar nesta agência “uma oportunidade para se ocuparem, inspirarem e acreditar que o seu país tem muito mais a dar do que integrar um grupo de malfeitores que acabam fazendo mal a um Estado”.

A afirmação foi feita depois de uma sessão extraordinária do órgão executivo, tendo a mesma fonte acrescentado que a Agência de Desenvolvimento Integrado do Norte (ADIN) vai aproveitar os recursos naturais na região, apostando no apoio da juventude dentro dos planos do Executivo.

“A ideia é aproveitar melhor as potencialidades que esta zona apresenta, desde os recursos naturais e outras, de modo que o desenvolvimento seja feito de forma integrada, harmoniosa e combinada”, esclareceu.

Recorde-se que as autoridades têm alertado para casos de recrutamento de jovens, principalmente na província de Nampula, por parte de grupos armados, e que organizações internacionais classificam estas invasões como uma ameaça terrorista. Os ataques ocorridos em Cabo Delgado desde outubro de 2017 já causaram, pelo menos, 350 mortos, além de haver 156.400 pessoas afetadas com perda de bens ou obrigadas a abandonar casa e terras em busca de locais seguros.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo