Moçambique: Governo reforça medidas contra crime organizado

O Governo moçambicano quer reforçar as medidas contra o crime organizado e minimizar as perdas para o Estado. Tal será feito através da Lei que estabelece o Regime Jurídico Especial de Perda Alargada de Bens e Recuperação de Ativos, a ser aprovada na II Sessão Ordinária do Parlamento. 

A ministra da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos, Helena Kidamarcou presença no Parlamento nesta quarta-feira, 14 de outubro. Ao reunir-se com os deputados da 2.ª, 6.ª e 7.ª comissões foram esclarecidas algumas zonas de penumbra e defendida a pertinência da proposta de lei, que já está na agenda da sessão parlamentar. 

No final da audição a governante falou com os jornalistas sobre a necessidade do instrumento legal em vista, com a realidade nacional, que indica haver vários casos de lavagem de dinheiro ou exposição a olhos vistos de bens e ativos, resultantes da ação criminosa. 

“Nós temos conhecimento de várias situações criminais e que implicam e envolvem bens, e que no final não temos como ir recuperar esses bens”, declarou. 

Ainda de acordo com a mesma fonte, segundo a fundamentação da proposta elaborada pelo Governo, a razão dessa impossibilidade deve-se a lacunas legais. 

“A efetividade da justiça criminal, sobretudo no crime organizado, não se tornará uma realidade se, a par do sancionamento com as penas adequadas, os agentes criminosos não sofrerem o abalo económico resultante da perda a favor do Estado ou das vítimas, dos bens ou produtos que hajam obtido”, explicou então. 

De acordo com dados oficiais, estima-se que “todos os anos, os países em desenvolvimento percam entre 20 e 40 biliões de dólares resultantes da apropriação indevida de capital, suborno, e outras práticas, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

As negociações entre a Ucrânia e a Rússia foram adiadas para esta quinta-feira, 03 de março.  A delegação ucraniana está…
Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

O primeiro-ministro português, António Costa, manifestou publicamente ao Presidente da Roménia, Klaus Iohannis, a sua gratidão pelo apoio prestado na…
Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

O Procurador-geral da República (PGR) pediu aos magistrados para estarem atentos às pessoas que procuram vias fáceis para enriquecer, às…
Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

A Renamo e o MDM, partidos moçambicanos da oposição, condenam a invasão da Rússia à Ucrânia. Ambos criticam o “silêncio”…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin