Moçambique: Governo rejeita ex-guerrilheiros da Renamo na polícia

O líder da Renamo, Ossufo Momade, afirmou que o Governo rejeitou a integração de 12 ex-guerrilheiros do principal partido da oposição na Polícia da República de Moçambique (PRM). A justificação dada foi a de que os visados não tinham os requisitos necessários.

“Nós temos 35 guerrilheiros que vão ser integrados nas forças de proteção de altas individualidades [uma unidade da PRM], mas antes de irem para lá há uma inspeção que é feita. E quando fizeram a inspeção, 12 ficaram de fora e outros já seguiram”, partilhou.

As declarações foram feitas à margem de um evento partidário, realizado na cidade da Beira, capital da província de Sofala. O dirigente acrescentou que a formação política está a selecionar antigos guerrilheiros para integrarem a polícia, de maneira a substituírem aqueles que foram devolvidos por falta de qualificações.

“Neste momento estamos a fazer uma nova seleção de outros oficiais, para que possam fazer parte do grupo”, explicou.

A integração de ex-guerrilheiros da Renamo na PRM faz parte do processo de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR) previsto no Acordo de Paz e Reconciliação Nacional. O documento foi assinado pelo Governo e pela Renamo a 06 de agosto de 2019.

No âmbito do processo de DDR, 2.307 antigos combatentes da Renamo já foram para casa. A meta é alcançar cerca de cinco mil ex-guerrilheiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin