Moçambique: Governo sem fundos para reconstruir Cabo Delgado

Ministro da Economia e Finanças de Moçambique, Adriano Maleiane

O primeiro-ministro de Moçambique, Adriano Maleiane, informou que o Governo não tem a totalidade de fundos para a reestruturação económica e reconstrução dos distritos destruídos por ataques terroristas na província de Cabo Delgado. 

“O programa [de reconstrução] tem um financiamento subjacente, o que está a acontecer é que o ritmo da disponibilização desses fundos que estava previsto, não está a ser acompanhado com a urgência no terreno”, disse à imprensa em Pemba, cidade portuária e capital de Cabo Delgado. 

As declarações foram feitas na altura em que um estudo revela que vários distritos ainda não possuem serviços básicos, como escolas e hospitais. Os habitantes locais vivem da apanha e venda de sucatas, de viaturas e blindados, segundo o “MMO Notícias”. 

O Plano de Reconstrução de Cabo Delgado, previsto para durar três anos e aprovado há mais de um ano pelo Conselho de Ministros, vai custar 300 milhões de dólares americanos. 

Trata-se de um plano que visa garantir a segurança da zona, criar meios de subsidência dos deslocados que queiram regressar às zonas de origem e restabelecer as atividades administrativas e comerciais nos distritos gravemente afetados pelo terrorismo. 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Oito funcionários do Departamento da Migração de Lilongue e mais dois civis foram, esta quinta-feira (11), detidos por suspeita de…
Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

A InovCluster – Associação do Cluster Agroindustrial do Centro, uma das mais destacadas instituições no setor, localizada em Castelo Branco,…
Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

O antigo Primeiro-ministro e líder da APU-PDGB, Nuno Gomes Nabiam, acusou, esta quinta-feira, 11 de Julho, o Presidente da República…
Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Na terça-feira (9) a vila de Macomia, centro de Cabo Delgado, ficou agitada na sequência de uma manifestação da população…