Moçambique: Hospital Central de Maputo está com atendimento condicionado devido à Covid-19

O atendimento no maior hospital público de Moçambique, o Hospital Central de Maputo, está condicionado devido a ausência de 151 funcionários infectados pela covid-19. Deste número, 31 são quadros afectos aos serviços de urgência daquela unidade sanitária, que estão actualmente em quarentena domiciliar.

A informação foi partilhada hoje, 27 de dezembro, pela directora dos Serviços de Urgência do HCM, Madelena Manjate, em conferência de imprensa para o balanço das ocorrências das últimas 24 horas. A responsável disse que as infecções pelo novo coronavírus afectaram igualmente funcionários das enfermarias de internamento da covid-19 daquele hospital.

“Temos cerca de 151 funcionários do Hospital Central afectados pela covid-19. Para dar exemplo, o Banco de Socorros tem agora 30 pessoas em casa afectadas pela covid-19. Destes trinta funcionários, doze são médicos. As enfermarias de covid-19 têm cerca de 29 pessoas infectadas, destas, 16 são médicos. Estamos a ter comprometimento das nossas equipas de trabalho, o que leva o HCM a trabalhar em condições não favoráveis”, disse.

De acordo com a fonte, só nas últimas 24 horas, 281 pessoas deram entrada no Banco de Socorros do Hospital Central de Maputo devido a diversas patologias, com destaque para casos de agressão e acidentes de viação, que resultaram num óbito.

Por outro lado, o Instituto Nacional de Saúde (INS) realiza hoje o lançamento do ensaio clínico de Fase 2, ECOVA-02 em Moçambique, com vista a avaliar o uso combinado de duas vacinas diferentes contra a covid-19, em adultos. O estudo vai avaliar a segurança e imunogenicidade de um esquema de duas doses usando as vacinas da VeroCell e da Johnson & Johnson, administradas com 28 dias de intervalo, em comparação com regimes homólogos, correntemente em uso.

Ambas vacinas foram aprovadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e actualmente fazem parte do programa de vacinação contra a covid-19, em Moçambique. O estudo é liderado pelo INS, com apoio do Instituto Internacional de Vacinas e financiado pela Coligação para a Inovação na Preparação de Resposta às Epidemias.

Aurelio Sambo- Correspondente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin