Moçambique: Insurgentes rendem-se na ilha do Ibo

Vários terroristas ter-se-ão rendido na última semana de 2021 às autoridades da Ilha do Ibo, na província de Cabo Delgado. A informação é avançada pela “Carta de Moçambique”.

Segundo fontes da referida publicação, o motivo da rendição deve-se à intensificação da ofensiva das tropas moçambicanas e da Comunidade de Desenvolvimento dos Países da África Austral (SADC, na sigla inglesa) no distrito de Macomia.

Os insurgentes terão preferido entregar-se ao Governo para fugirem às ofensivas militares das tropas moçambicanas e da SADC, ocorridas no Posto Administrativo de Chai, no distrito de Macomia. Durante a ofensiva, as forças moçambicanas e regionais apreenderam muitos materiais bélicos e a bandeira do Estado Islâmico, mas nenhum terrorista foi encontrado.

Já na aldeia Chitoio cinco terroristas foram abatidos e outro capturado pelos milicianos. Os seis terroristas integravam um grupo de 19 insurgentes que planeava atacar aquela aldeia, tendo sido emboscado pelos milicianos. Terão fugido 13 rebeldes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin