Moçambique: Lançada campanha de vacinação em massa contra covid-19

O Presidente da República, Filipe Nyusi, efectuou ontem, 4 de Agosto, na Cidade de Maputo, o lançamento da Campanha Nacional de Vacinação Massiva contra a COVID-19. Foi a Escola Secundária Josina Machel na capital do país que acolheu a cerimónia.

Na abertura do evento o Presidente do Conselho Autárquico de Maputo, Éneas Comiche, agradeceu ao Presidente da República e ao Governo pelos esforços feitos no combate à Covid-19.

Filipe Nyusi, exortou a população (grupo alvo desta fase) para aderir ao processo de vacinação, com vista a garantir o fortalecimento do organismo no âmbito da prevenção e o combate a COVID-19. Alertou ainda a população sobre os cuidados a ter sobre as fake news através das redes sociais no que diz respeito a vacina.

O Presidente da República diz que não quer ouvir falar que as vacinas contra a Covid-19 estão a ser vendidas no país, nem que estão a ser vacinadas pessoas que não fazem parte dos grupos elegíveis.

O Chefe do Estado manifestou, igualmente, o seu desagrado sobre os boatos em torno da eficácia das vacinas contra a Covid-19. Filipe Nyusi disse que os moçambicanos não podem viver de rumores.

Desde que a campanha da vacinação iniciou em Março do ano em curso já foram imunizadas cerca de quatrocentas mil pessoas em Moçambique o que corresponde a 2,3 porcento da meta prevista.

O Presidente da República diz que o número dos vacinados ainda está aquém do desejado por isso mesmo apela à adesão em massa aos postos de vacinação.

A campanha da vacinação lançada tem como público-alvo indivíduos com idade igual ou superior a 50 anos, funcionários e agentes do Estado, motoristas e cobradores dos transportes de passageiros, incluindo de motociclos e bicicletas, e professores que não foram vacinados nas fases anteriores.

Aproveitou também o momento para saudar os profissionais de saúde, pelo seu envolvimento em acções no combate à doença. E pediu aos presentes e para o público em geral para escutarem cautelosamente as orientações dos técnicos de saúde.

Em fases subsequentes, e assim que houver disponibilidade de mais vacinas, serão abrangidos outros concidadãos, até que seja alcançada toda a população elegível, que totaliza, 16.805.399 (dezasseis milhões, oitocentos e cinco, trezentas noventa e nove) cidadãos, nos termos detalhados no Plano do Ministerio da Saúde.

As cerimónias Centrais do arranque da Primeira Fase da Campanha de Vacinação em massa Contra a COVID-19, foram testemunhada pelos, Presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo, Secretária do Estado da Cidade de Maputo, Representante da Organização Mundial da Saúde, Embaixadores, Representante dos Parceiros de Cooperação, Representantes das agências e organizações acreditadas em Moçambique e quadros da Saúde a diversos níveis.

Aurelio Sambo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin