Líder do MDM, Daviz Simango

Moçambique: Líder do MDM critica intolerância política no comício orientado em Inhambane

O candidato presidencial do MDM, Daviz Simango, partilhou que um pequeno grupo de apoiantes da Frelimo se envolveu em violência física com um grupo de apoiantes do MDM, tendo também tentado inviabilizar o trabalho do MDM ao tocar vuvuzelas nas proximidades do local onde o dirigente falava.

Isto aconteceu na província de Inhambane, no Sul de Moçambique, na altura em que o candidato não teve escolta da polícia. Foi na vila do Save, no distrito de Govuro, que parou para o primeiro contacto com o eleitorado, apelando ao voto no sufrágio de 15 de outubro.

Para evitar mais confrontos com a Frelimo, o MDM acabou por fazer paragens não previstas, de forma a não cruzar-se com membros do partido no poder. A polícia chegou a ter que intervir no mercado da vila de Mambone para que não houvesse novos confrontos físicos.

Simango prosseguiu com a campanha e aproveitou a ocasião para falar sobre a intolerância política, optando por descrever os incidentes que presenciou como o desespero do partido no poder e convidando a população local a votar na mudança.

Na província de Inhambane encontram-se inscritos mais de 657 mil eleitores, estando disponíveis 13 mandatos para a Assembleia da República.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde: Primeiro-ministro comenta situação de migrantes clandestinos

Cabo Verde: Primeiro-ministro comenta situação de migrantes clandestinos

O primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, assegurou nesta segunda-feira, 16 de janeiro, que o Governo está a…
Brasil: BNDES elegeu novos diretores para o Conselho de Administração

Brasil: BNDES elegeu novos diretores para o Conselho de Administração

O Conselho de Administração do Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social (BNDES) elegeu como novos diretores, no último dia…
Moçambique: PR realça "esforços" para pacificação no mandato

Moçambique: PR realça "esforços" para pacificação no mandato

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, salientou os “esforços” realizados para a pacificação como um dos principais marcos…
Moçambique: MISA repudia agressão da Polícia a jornalista da Rádio Comunitária Thumbine na Zambézia

Moçambique: MISA repudia agressão da Polícia a jornalista da Rádio Comunitária Thumbine na Zambézia

O Instituto de proteção de jornalistas na África Austral, em Moçambique, MISA, emitiu um comunicado está terça-feira (17), repudiando com…