Moçambique: Localizado sem vida Administrador de Tete arrastado pelo ciclone ANA

O Administrador do distrito de Tete, José Maria Mandere, na província central de Tete, severamente afectada pelo ciclone ANA, foi localizado sem vida, esta manhã (de quarta-feira) na zona de Benga, depois de várias buscas iniciadas na tarde de terça-feira.

O administrador fazia parte da comitiva do Governador de Tete, Domingos Viola, que na companhia do Edil de Tete e outros quadros do governo, faziam avaliação sobre o impacto do ciclone ANA naquela província, também faziam parte jornalistas de vários órgãos de informação.

Ao regresso, ido do distrito de Mutara, a comitiva foi surpreendida pela fúria da água do rio Rovubue, acabando por arrastar a viatura onde o administrador estava com outros membros.

Foram arrastadas pela água no total seis viaturas. O Governador de Tete, Domingos Viola, disse ontem à Comunicação Social, que os danos preliminares indicaram a morte de outras seis (6) pessoas e que vários bens foram destruídos. As autoridades continuam a avaliar os danos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin