Moçambique: Lutero Simango apresenta candidatura à presidência do MDM

O líder da bancada parlamentar do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), Lutero Simango, já apresentou a candidatura à presidência do partido.

Recorde-se que a formação política perdeu o seu presidente, Daviz Simango, vítima de doença em fevereiro deste ano. Não foram avançadas as causas da morte.

“Reunimo-nos e decidimos submeter a proposta de candidatura de Lutero Simango a presidente do partido”, informou a presidente da Liga da Mulher do MDM, Rosália Macate, na província de Sofala.

As declarações foram feitas à comunicação social, depois de um grupo de membros do MDM mandatários de Simango terem formalizado a candidatura do político à presidência do terceiro maior partido moçambicano.

Lutero Simango concorre assim à sucessão do seu irmão, Daviz Simango, que esteve 11 anos na liderança do MDM. O primeiro a candidatar-se a este cargo foi o secretário-geral da organização, José Domingos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin