Moçambique: Mabunda ouvido no julgamento das “dívidas ocultas”

O julgamento das “dívidas ocultas” volta nesta segunda-feira, 13 de setembro, com a audição de Fabião Mabunda.

O réu, técnico de construção civil e sócio da empresa M Moçambique Construções, é acusado de ter recebido grandes quantias de dinheiro da Privinvest, em euros e dólares. O valor terá sido depois repassado ao casal Gregório e Ângela Leão.

Na acusação do Ministério Público lê-se ainda que o réu Mabunda terá recebido com essa ação cerca de 17.500.000 meticais (230.054 euros).

Ao todo, o arguido é acusado de quatro crimes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin