Moçambique: Mais de 100 portadores de deficiências beneficiam de material de apoio em Cabo Delgado

Cento e vinte e duas (122) pessoas portadoras de várias deficiências na província de Cabo Delgado, beneficiaram entre os dias 2 e 7 de fevereiro de material de apoio para o seu dia-a-dia, uma iniciativa da Agência das Nações Unidas para Refugiados – ACNUR e Humanity Inclusion -HI. 

Tratam-se de 70 canadianas, 35 cadeiras de rodas e 35 bengalas brancas, que vão chegar às pessoas beneficiárias através do Fórum de Associações Moçambicanas de Pessoas com deficiência -FAMOD. Dentre as pessoas beneficiárias, estão também os deslocados dos ataques terroristas identificados na cidade de Pemba e distrito de Metuge.

Falando durante a cerimónia de atribuição, na cidade de Pemba, a chefe de Escritório de ACNUR em Cabo Delgado, Margarida Loureiro, destacou a importância de valorização das pessoas com deficiência, afirmando que elas têm ambições e sonhos, querem trabalhar e serem independentes, daí que os meios auxiliares vão permite-lhes alcançar o seu potencial. 

No quadro da resposta às necessidades das pessoas com deficiência na província de Cabo Delgado, a ACNUR e seus parceiros, atribuíram durante o ano passado, 200 meios auxiliares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin