Moçambique

Moçambique: Mais de 900 empresas concorreram à linha de financiamento

Mais de 900 empresas concorreram à linha de 1,6 mil milhões de meticais (quase 19 milhões de euros) para terem apoio durante a pandemia da Covid-19. Os dados foram revelados pelo Banco Nacional de Investimento (BNI), que acrescentou que seriam precisos mais 8,4 mil milhões de meticais (99 milhões de euros) para responder à procura. 

No total, foram 925 as empresas que concorreram à linha de financiamento disponibilizada pelo Governo moçambicano. O presidente do BNI, Tomás Matola, declarou que a procura foi maior do que aquilo que a instituição esperava, havendo um défice de 8,4 mil milhões de meticais para responder aos pedidos. 

“Estamos a trabalhar com os nossos parceiros para ver se conseguimos incrementar este valor e muito provavelmente vamos conseguir”, declarou. 

As informações foram avançadas durante uma conferência de imprensa que marcou o encerramento da submissão de candidaturas para a linha de financiamento. 

Matola disse ainda que as empresas do ramo comercial foram as que mais pediram o apoio (37%), seguido do setor da hotelaria e turismo (10%). Os restantes pedidos vieram de empresas de áreas como agricultura, transporte, construção e educação, entre outras. 

Do total de pedidos, 515 (55%) são de empresas do Sul do país, 230 do Centro e 180 do Norte. Das propostas recebidas, o BNI já analisou, pelo menos, 225. Dessas 225 foram aprovadas 100, sendo metade da zona Sul, 35 do Centro e 15 do Norte.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo