Moçambique: Mais de mil guerrilheiros da Renamo já passaram à vida civil

Dos mais de 5.200 guerrilheiros da Renamo que devem passar à vida civil, no âmbito do Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR), pelo menos 1.490 já beneficiam do processo. 

Os números foram divulgados pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, nesta terça-feira, 15 de dezembro, no ParlamentoAo prestar “informação anual sobre a situação geral da Nação”, disse que o Governo estava mais uma vez disponível para dialogar com a autoproclamada Junta Militar da Renamo. 

No entanto, realçou, devido à intransigência do grupo não resta outra alterativa senão persegui-lo. 

Ainda de acordo com o governante, seis bases militares do maior partido da oposição no país foram encerradas desde que o DDR está andamento, continuando o processo “sem sobressaltos”. 

Quanto às negociações com o líder da Renamo, Ossufo Momade, o chefe de Estado referiu que os resultados alcançados durante as mesmas não abrem espaço para reivindicações, não se podendo “ceder a chantagens contra o povo”. 

A “nossa soberania nunca mais será negociada ou hipotecada”, assegurou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Renamo comenta "invenção da Frelimo" sobre Junta Militar

Moçambique: Renamo comenta "invenção da Frelimo" sobre Junta Militar

O secretário-geral da Renamo, André Mangibire, afirmou à “STV” que duvida da existência de um novo líder da Junta Militar…
Timor-Leste: Candidatos presidenciais assinam pacto da unidade nacional

Timor-Leste: Candidatos presidenciais assinam pacto da unidade nacional

A maioria dos candidatos presidenciais assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pacto da unidade nacional. O objetivo é assegurar a…
Cabo Verde: Brava anuncia formação gratuita em Marketing Digital

Cabo Verde: Brava anuncia formação gratuita em Marketing Digital

Já estão abertas as inscrições para uma formação gratuita em Marketing Digital na ilha da Brava, avança “A Nação”. Esta…
Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin