Moçambique: Malária faz vítimas mortais nos centros de acomodação a deslocados do terrorismo em Cabo Delgado

Na Província de Cabo Delgado, cento e noventa pessoas morreram vítimas de malária, nas últimas duas semanas de Dezembro passado, de acordo com as autoridades da Saúde.

O facto deve-se ao aumento significativo de casos da doença, um pouco por toda a província, não obstante a distribuição de redes mosquiteiras.

O sector da saúde, em Cabo Delgado aponta o deficiente saneamento do meio, sobretudo nos centros de acomodação de famílias deslocadas devido ao terrorismo.

A directora provincial-adjunta da Saúde, Kiriliana Mbule, disse esta semana que no período em referência foram notificados treze mil e duzentos casos, mais três mil e duzentos em relação ao ano passado (2021), um crescimento de vinte e um por cento.

Enquanto isso, houve redução de casos de diarreias e mortes provocadas por esta doença, de acordo ainda com a directora provincial-adjunta da saúde, em Cabo Delgado.

Kiriliana Mbule disse que o sector está em estado de alerta máximo face às chuvas que se registam, que podem agravar o deficiente saneamento do meio e propiciar o incremento de doenças de origem hídrica.

A fonte, ainda fez saber que estão neste momento no terreno diversas organizações não governamentais em parceria com governo que estão a levar a cabo actividades de sensibilizacção para o uso da rede mosquiteiras nas comunidades e nos centro de acomodação de deslocados.

Aurelio Sambo – Correspondente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin