André Matsangaissa Júnior

Moçambique: Matsangaissa solicita amnistia para membros da JMR

O ex-braço direito do dirigente da autoproclamada Junta Militar da Renamo (JMR), Mariano Nhongo, apelou à aprovação de uma Lei de Amnistia para proteger e encorajar os guerrilheiros da JMR que queiram abandonar as matas na zona centro de Moçambique.

André Matsangaissa Júnior pediu também uma trégua definitiva e a retirada das Forças de Defesa e Segurança (FDS) que se encontram instaladas na região centro do país.

“Eu gostaria que haja uma trégua definitiva, que é a primeira segurança, e dentro desta trégua tem que haver uma Lei de Amnistia que defende os militares quando saírem das matas”, afirmou numa conferência de imprensa realizada em Maputo.

Foi igualmente solicitada a retirada das FDS que estão na região centro do país, “porque já não existe a Junta para andar a fazer guerra para se defender”. Segundo a mesma fonte, a JMR está engajada num diálogo para permitir a saída de todos os membros, de maneira a que sejam enquadrados no processo de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR).

Matsangaissa Júnior salientou que a retirada das FDS na região poderá acelerar o DDR.[Os guerrilheiros] devem sair, mas saírem em frente das Forças de Defesa [e Segurança] não é possível”, explicou, acrescentando que o processo poderia ter ainda a assistência de capacetes azuis, forças pacificadoras das Nações Unidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde: Dívida pública atingiu 152,5% do PIB

Cabo Verde: Dívida pública atingiu 152,5% do PIB

O Ministério das Finanças de Cabo Verde indica que o ‘stock’ da dívida pública aumentou, até julho, 152,5% do Produto Interno…
Moçambique: Autoridades preocupadas com aumento de agiotas

Moçambique: Autoridades preocupadas com aumento de agiotas

O Gabinete Provincial de Combate à Corrupção em Sofala está preocupado com o aumento de agiotagem ou de indivíduos que…
Rússia: Russos incendeiam postos de recrutamento militar

Rússia: Russos incendeiam postos de recrutamento militar

Alguns russos decidiram incendiar postos de recrutamento desde o início da mobilização parcial de reservistas decretada pelo Presidente do país, Vladimir…
Angola: UNITA marcha neste sábado pela liberdade

Angola: UNITA marcha neste sábado pela liberdade

A UNITA convocou no início do mês uma marcha pela liberdade para este sábado, 24 de setembro. O evento foi…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin