Moçambique: MDM diz que PR insultou empresários ao associá-los ao terrorismo

O líder do MDM, Lutero Simango, afirmou que o Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, insultou empresários nacionais em Sofala quando disse que há bombas de combustível no local que podem estar associadas com o financiamento ao terrorismo na província de Cabo Delgado.

As declarações foram feitas nesta terça-feira, 30 de agosto, durante as celebrações dos 14 anos do partido da oposição, segundo “O País”.

“Nós não vamos admitir que venha aqui, a Sofala, ou ir a outras províncias, insultar empresários moçambicanos”, acrescentou Simango num comício popular na cidade da Beira.

“O problema de Moçambique é a Frelimo, porque não sabe governar”, concluiu.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: Presidente de Quelimane promete pagar 13º mês de 2022

Moçambique: Presidente de Quelimane promete pagar 13º mês de 2022

O Presidente do Município da Cidade de Quelimane, na Província da Zambézia, Manuel de Araújo, prometeu, na tarde de 4…
Timor-Leste: PIB não-petrolífero subiu 3,9% em 2022

Timor-Leste: PIB não-petrolífero subiu 3,9% em 2022

O Produto Interno Bruto (PIB) não-petrolífero de Timor-Leste cresceu 3,9% em 2022, de acordo com os dados provisórios do Ministério das Finanças. …
Brasil: Polícia vai investigar Bolsonaro por crimes durante a pandemia 

Brasil: Polícia vai investigar Bolsonaro por crimes durante a pandemia 

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Passos, disse que a corporação irá investigar eventuais crimes praticados durante o governo do…
Ucrânia: Economia caiu 30,4% devido ao conflito com a Rússia

Ucrânia: Economia caiu 30,4% devido ao conflito com a Rússia

A economia ucraniana baixou 30,4% em 2022. O motivo deve-se à invasão russa, iniciada a 24 de fevereiro.  Trata-se de uma…