Moçambique: Mocímboa da Praia recupera parte da energia pública

A Eletricidade de Moçambique (EDM) anunciou nesta quinta-feira, 23 de setembro, o restabelecimento parcial da energia de Mocímboa da Praia. Esta vila portuária localiza-se na província de Cabo Delgado, tendo sido recentemente reconquistada por forças moçambicanas e ruandesas, após a invasão de terroristas. 

A zona sofreu um apagão durante cerca de um ano. Agora, a eletricidade da rede nacional volta a abastecer a base das Forças de Defesa e Segurança, tendo sido feitas intervenções nas infraestruturas da vila para que o resto da rede de baixa tensão seja ligada. 

Coube à EDM reconstruir 45 quilómetros de linha elétrica, desde a subestação de Awasse até Mocímboa da Praia. Segundo o ministro dos Recursos Minerais e Energia de Moçambique, Max Tonela, “até final do mês, Mocímboa da Praia e Palma”, vila atacada em março pelos insurgentes, deverão voltar a ter energia. 

O Governo prevê que sejam necessários 11 milhões de dólares (cerca de nove milhões de euros) de investimento para a reposição de emergência da rede elétrica nos distritos afetados pelos grupos armados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin