Moçambique: Momade desvaloriza candidatura de Dhlakama

O presidente da Renamo, Ossufo Momade, declarou neste sábado, 12 de setembro, que Henriques Dhlakama, filho mais velho do antigo e falecido líder do partido, Afonso Dhlakama, pode avançar com a sua pretensão de concorrer às eleições presidenciais de 2024.

No entanto, realçou, o novo candidato não irá ter o apoio da Renamo. Isto porque o dirigente da maior formação política na oposição em Moçambique considera que a eventual candidatura de Henriques Dhlakama não abala a formação política e encoraja Momade a seguir em frente.

“Não temos nenhum problema em relação a essa decisão que ele [Henriques Dhlakama] tomou. Isso não representa nenhuma ameaça ao partido, até porque ele é um cidadão livre de fazer o que bem entender”, garantiu.

A declaração foi feita durante a deslocação do político às províncias da Zambézia, Niassa e Nampula para uma visita de cinco dias.

Henriques Dhlakama anunciou a candidatura às presidenciais na passada sexta-feira, dia 11. A decisão foi tomada com o objetivo de evitar que o país entre “num precipício”, partilhou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Angolanos fugidos da Ucrânia podem chegar este mês

Angola: Angolanos fugidos da Ucrânia podem chegar este mês

O Governo angolano está a analisar a possibilidade de fretar um avião com o objetivo de trazer para Luanda os angolanos…
Timor-Leste: Governo diz-se solidário com povo ucraniano

Timor-Leste: Governo diz-se solidário com povo ucraniano

O primeiro-ministro timorense, Taur Matan Ruak, manifestou a solidariedade do seu Governo para com o povo ucraniano, que continua a…
Revista de Imprensa Lusófona de 03 de março de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 03 de março de 2022

O “Jornal de Angola” noticia “Angolanos que fogem da Ucrânia podem chegar a Luanda este mês”. Segundo a “Angop”, os…
Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

As negociações entre a Ucrânia e a Rússia foram adiadas para esta quinta-feira, 03 de março.  A delegação ucraniana está…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin