Moçambique: multilateralismo é factor-chave no combate ao terrorismo

O Ministro da Defesa Nacional, Cristóvão Chume, afirmou que os resultados encorajadores que as Forças de Defesa e Segurança (FDS) têm alcançado no combate ao terrorismo em Cabo Delgado são fruto de um engajamento bilateral e multilateral.

Referindo-se concretamente à intervenção militar das Forças de Defesa do Ruanda e da Missão Militar da SADC em Moçambique, destacou o seu contributo e importância na minimização das acções terroristas junto das FDS.

As afirmações de Chume surgiram no âmbito da 2ª edição do Diálogo de Defesa Índia-África, que reúne treze ministros africanos da Defesa e decorre até ao próximo dia 22, na cidade de Gandhinagar, estado indiano de Gujarat.

À margem do evento, os dois países deverão assinar a Declaração Gandhinagar que versa sobre a indústria de defesa, campo espacial, segurança cibernética, segurança marítima e contraterrorismo.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…