Moçambique: Nhongo morto durante confronto com FDS

O Comando Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM) anunciou a morte do dirigente da autoproclamada Junta Militar da Renamo, Mariano Nhongo. O malogrado foi morto durante um confronto com as Forças de Defesa e Segurança (FDS) em Sofala, junto do seu homem mais próximo. 

Recorde-se que Nhongo era o homem mais procurado pelas FDS no centro do país. As informações acerca do sucedido começaram a circular nesta segunda-feira, 11 de outubro, tendo sido confirmadas poucas horas depois.

O Comando Geral da PRM convocou uma conferência de imprensa, onde afirmou que o líder da autoproclamada Junta Militar da Renamo perdeu a vida nas matas de Djovo, no distrito de Cheringoma. 

“Hoje, dia 11 de outubro de 2021, as Forças de Defesa e Segurança, em patrulha, tiveram um combate com a Junta Militar, liderado por Mariano Nhongo. Neste combate de encontro entre as Forças de Defesa e Segurança e a Junta Militar, sempre anunciámos que as FDS estavam com operação na zona centro, o que resultou na morte de Mariano Nhongo e do seu seguidor mais próximo, chamado Ngau Kama”, declarou o comandante-geral da PRM, Bernardino Rafael. 

Segundo a mesma fonte, as FDS terão feito de tudo para que Nhongo saísse das matas com vida, mas o visado terá mostrado resistência. Bernardino Rafael lembrou que “o Presidente da República sempre apelou para que Nhongo e a Junta Militar se entregassem para aderir ao DDR [Desmobilização, Desarmamento e Reintegração]. Lamentavelmente, não foi aderido, continuaram a resistir”

Foi igualmente mencionado que as FDS estão a trabalhar no sentido de se trazer o corpo de Nhongo e do seu seguidor às respetivas famílias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, tem como meta fazer com que a Economia Digital contribua com 25% do Produto Interno Bruto (PIB). Este objetivo…
Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

A Grécia manifestou a Angola o seu desejo de estabelecer cooperação nos domínios da Segurança Marítima, Comércio, Turismo, Indústria, Agricultura e Inovação. Essa…
Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

A presidente do Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD) Luísa Meque, apelou às comunidades que residem nas…
Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin