Moçambique: Nhongo morto durante confronto com FDS

O Comando Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM) anunciou a morte do dirigente da autoproclamada Junta Militar da Renamo, Mariano Nhongo. O malogrado foi morto durante um confronto com as Forças de Defesa e Segurança (FDS) em Sofala, junto do seu homem mais próximo. 

Recorde-se que Nhongo era o homem mais procurado pelas FDS no centro do país. As informações acerca do sucedido começaram a circular nesta segunda-feira, 11 de outubro, tendo sido confirmadas poucas horas depois.

O Comando Geral da PRM convocou uma conferência de imprensa, onde afirmou que o líder da autoproclamada Junta Militar da Renamo perdeu a vida nas matas de Djovo, no distrito de Cheringoma. 

“Hoje, dia 11 de outubro de 2021, as Forças de Defesa e Segurança, em patrulha, tiveram um combate com a Junta Militar, liderado por Mariano Nhongo. Neste combate de encontro entre as Forças de Defesa e Segurança e a Junta Militar, sempre anunciámos que as FDS estavam com operação na zona centro, o que resultou na morte de Mariano Nhongo e do seu seguidor mais próximo, chamado Ngau Kama”, declarou o comandante-geral da PRM, Bernardino Rafael. 

Segundo a mesma fonte, as FDS terão feito de tudo para que Nhongo saísse das matas com vida, mas o visado terá mostrado resistência. Bernardino Rafael lembrou que “o Presidente da República sempre apelou para que Nhongo e a Junta Militar se entregassem para aderir ao DDR [Desmobilização, Desarmamento e Reintegração]. Lamentavelmente, não foi aderido, continuaram a resistir”

Foi igualmente mencionado que as FDS estão a trabalhar no sentido de se trazer o corpo de Nhongo e do seu seguidor às respetivas famílias. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin