Moçambique

Moçambique: Nova Democracia lança apelo internacional para libertação dos seus membros

© Nova Democracia

O partido extraparlamentar Nova Democracia (ND) lançou um apelo internacional para a libertação dos 18 membros da sua formação política, que foram detidos na província de Gaza no dia das eleições gerais, realizadas a 15 de outubro.

Os 18 membros do partido, 17 dos quais delegados de candidatura e um mandatário distrital, foram detidos em postos de votação distribuídos pelo distrito de Chókwè, alegadamente por falsificação de credenciais. Uma parte significativa dos presos é jovem em idade escolar, algo para o qual a mandatária nacional da ND, Quitéria Guirengane, alertou.

De acordo com Guirengane, os visados correm o risco de perder os exames finais e, consequentemente, o ano letivo. “São jovens que só ousaram lutar e sonhar com um Moçambique diferente”, defendeu.

A organização política submeteu na sexta-feira passada, 01 de novembro, um recurso junto do Conselho Constitucional a exigir a libertação dos seus membros, após um primeiro documento ter sido rejeitado pelo Tribunal Distrital de Chokwé.

A ND é um partido composto maioritariamente por jovens e que concorreu, pela primeira vez este ano, apenas para as eleições legislativas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo