Habitantes de Cabo Delgado

Moçambique: Número de deslocados aumenta após novo ataque

A província moçambicana de Cabo Delgado sofreu mais um ataque terrorista. Desta vez, o incidente ocorreu no Posto Administrativo de Olumbe, localizado no distrito de Palma. 

A invasão levou à saída de mais de mil pessoas da zona atacada, entre as quais nativos e deslocados de guerra, que tinham naquele Posto Administrativo o local mais seguro ao nível do distrito de Palma. 

O ataque terá sido travado pelas Forças de Defesa e Segurança (FDS). No entanto, os invasores terão, alegadamente, informado que pretendiam ocupar aquele Posto Administrativo, pelo que a população foi ordenada a abandonar o local. 

Esta invasão armada já foi confirmada pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, durante a abertura da Sessão do Comité Central da Frelimo. Na ocasião, o governante avançou que os terroristas assassinaram cinco supostos colegas desertores. 

Continua a haver relatos de fome entre os deslocados, devido à escassez de alimentos. Não existem igualmente condições de segurança, o que torna a população vulnerável às ofensivas dos terroristas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin