Moçambique: Número de turistas reduz na Zambézia devido a ataques armados

O número de turistas na província moçambicana da Zambézia reduziu no Natal, tendo passado de 1.400 em 2018 para cerca de 700 em 2019. Um dos fatores para esta descida deve-se à instabilidade existente ao longo da EN1 na região centro do país, onde têm sido registados assassinatos devido a ataques armados.

A expectativa era de que em 2019 as 340 instâncias turísticas iriam ter um maior número de hóspedes comparativamente ao ano passado. De acordo com a direção provincial da cultura e do turismo, esta situação surpreendeu os operadores e o governo provincial.

No entanto, apesar de a ocupação dos quartos não ter atingido os 75%, aconteceu o contrário no Ano Novo, uma vez que o número de reservas se encontrava próximo dos 80%.

Entretanto, os operadores apelaram ao Governo para que este resolvesse o atual estágio da instabilidade no centro e norte do território moçambicano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, partilhou publicamente a vontade de consolidar o processo de desenvolvimento sustentável em Cabo…
Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

O Ministério das Relações Exteriores de Angola afirma, através de uma nota de imprensa oficial, que as relações comerciais com…
Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin