Moçambique

Moçambique: Nyusi afirma que quer “fazer diferença com a exploração de gás”

© Presidente Filipe Nyusi

O Governo e a ExxonMobil assinaram nesta terça-feira, 08 de outubro, a Decisão Inicial de Investimento na área 4 do Rovuma, numa cerimónia dirigida pelo Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi. O governante aproveitou a ocasião pra lembrar que o país testemunhou há três meses o anúncio da Decisão Final de Investimento em cerca de 23 mil milhões de dólares (cerca de 20.965.000.000 euros).

O projeto de Gás Natural Liquefeito, que tem como parceiros a ExxonMobil, a Eni e a Corporação Nacional de Petróleo da China (CNPC), prevê uma produção de 15,2 milhões de toneladas de gás por ano, a partir de 2023.

“O papel dos quadros nacionais destas instituições na materialização do projeto é motivo de orgulho de todos moçambicanos”, realçou Nyusi, acrescentando que este anúncio é um marco importante para a Decisão Final de Investimento, que deverá ser anunciado em 2020.

O Chefe de Estado afirmou também que o desempenho da economia não deve piorar com a descoberta do gás e do petróleo. “Não queremos que nossos produtos de tornem menos competitivos”, referiu, ajuntando que a entrada tardia na exploração dos hidrocarbonetos deve servir de mais valia para aprender com os dos outros e contribuir para o crescimento da economia e desenvolvimento do país.

O Presidente exortou as concessionárias para que continuem a investir na formação da mão de obra nacional.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo