Moçambique

Moçambique: Nyusi alerta PRM sobre agressões ao povo

Presidente Filipe Nyusi com elementos da Polícia da República de Moçambique (PRM)
Filipe Nyusi com elementos da Polícia da República de Moçambique (PRM)

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, reuniu-se com a Polícia da República de Moçambique (PRM) para declarar que não quer moçambicanos sujeitos a maus-tratos. Como tal, pediu para que as autoridades procedessem a uma atuação correspondente à lei.

“Não viemos aqui para dizer que devem bater nos moçambicanos. Nem viemos aqui para dizer que devem ameaçar o cidadão”, começou por salientar o também Comandante-em-Chefe das Forças de Defesa e Segurança.

“Viemos para dizer: façam cumprir o decreto (sobre a Situação de Calamidade Pública), acrescentou, aconselhando os visados a lerem e a dominarem assim o documento para aplicarem-no bem.

O governante frisou igualmente que a Polícia era “chamada para mais um teatro” de operações, “que é de salvar a vida dos moçambicanos”.

Nyusi apelou então à PRM para que evitasse a corrupção. “A Polícia não precisa de resolver os seus problemas extorquindo a este ou aquele. É preciso disciplinar as pessoas”, concluiu.

A reunião decorreu no quartel da Unidade de Intervenção Rápida (UIR), em Maputo. O chefe de Estado orientou desta forma os agentes da lei e ordem sobre a postura que deveriam tomar diante do anúncio das novas medidas restritivas para travar a propagação da pandemia da Covid-19.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo