Moçambique: Nyusi anuncia subsídio a militares que defendem Cabo Delgado de insurgentes

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, anunciou nesta terça-feira, 16 de junho, que o seu Executivo vai dar um subsídio aos jovens militares que combatem grupos armados na província de Cabo Delgado.

“Vamos reconsiderar o subsídio de empenhamento, que eles muito bem merecem, e temos a consciência de que não será tudo, porque o sacrifício destes jovens não se paga com dinheiro ou com algum recurso”, declarou na vila de Mueda, localizada em Cabo Delgado, por ocasião do 60.º Aniversário do massacre de Mueda, que marcou a luta anticolonial.

Recorde-se que a província de Cabo Delgado, onde é feito o maior investimento privado de África para exploração de gás natural, tem sido alvo de vários ataques por parte de grupos armados desde outubro de 2017.

Autoridades internacionais veem a situação como uma ameaça terrorista, tendo já sido mortos, pelo menos, 600 habitantes locais, além de haver 200 mil afetados, que tiveram de fugir para zonas mais seguras.

Durante o seu discurso, o chefe de Estado sublinhou que o país “nunca se resignará” perante os “ataques terroristas”, continuando a lutar em defesa dos seus interesses e “contra todo o tipo de divisionismo e de agressão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, confere posse a Adriano Maleiane nesta sexta-feira, 04 de março. O ex-ministro da…
Putin aconselha países vizinhos a não agravarem situação de guerra

Putin aconselha países vizinhos a não agravarem situação de guerra

O Presidente russo recomenda aos países vizinhos da Rússia que “não agravem a situação, não imponham limitações”. Vladimir Putin diz…
Liga dos Bombeiros Portugueses envia ambulâncias para a Ucrânia

Liga dos Bombeiros Portugueses envia ambulâncias para a Ucrânia

A Liga dos Bombeiros Portugueses anunciou nesta sexta-feira, 04 de março, que vai enviar na segunda-feira para a Ucrânia oito…
Primeiro-ministro português efectua visita de 48 horas à Guiné-Bissau

Primeiro-ministro português efectua visita de 48 horas à Guiné-Bissau

A Guiné-Bissau recebe este sábado 05 Março a visita primeiro-ministro português, António Costa, que permanecerá no país 48 horas. Segundo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin