Moçambique: Nyusi aposta no turismo durante campanha eleitoral

O candidato presidencial da Frelimo, Filipe Nyusi, continua a apostar fortemente no turismo durante a campanha eleitoral, com vista ao sufrágio de 15 de outubro.

Neste quinquénio de governação do também Presidente da República, que está quase a terminar, o setor do turismo foi uma das quartas áreas definidas pelo Governo como prioritárias para o desenvolvimento do país, a par da Agricultura, Energia e Infraestruturas.

Caso realize o próximo mandato, o político propõe manter o turismo como prioridade, sendo esse o tema central dos comícios que dirigiu neste domingo, 29 de setembro, em Mapinhane, no distrito de Vilanculos, em Massinga e na cidade de Inhambane. A província de Inhambane é uma das que mais têm um grande potencial turístico no país, sendo necessário desenvolvê-lo e contribuir assim para a economia nacional, acrescentou.

Nyusi prometeu ainda a construção de hospitais, considerando que os locais turísticos devem ter resposta rápida para uma emergência médica, além de ser importante reforçar a segurança destes locais porque um país instável não recebe turistas, sublinhou.

Referiu também, entre outros setores, que é necessário dinamizar a indústria cultural e criativa para que este possa ser um dos motores de atração de turistas, criando assim mais emprego para os artistas nacionais, através da venda dos produtos dos mesmos aos turistas.

O candidato do partido no poder mencionou igualmente a oportunidade de as comunidades garantirem renda através do turismo comunitário, em que famílias podem juntar-se para criarem um estabelecimento hoteleiro de pequena dimensão e hospedarem assim turistas, gerando renda para as suas famílias.

Disse ainda ser essencial a liberalização do espaço aéreo para permitir que mais companhias possam voar em Moçambique e assim reduzir o custo de passagens aéreas domésticas, tendo prometido que vai continuar a dialogar com as empresas do ramo para, se possível, reduzir outras taxas para incentivar ainda mais investimentos no turismo.

Antes de chegar a Inhambane, Filipe Nyusi trabalhou nos distritos de Machaze, Mossurize, Gondola, Vanduzi e Sussundenga, na província de Manica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: UNITA marcha neste sábado pela liberdade

Angola: UNITA marcha neste sábado pela liberdade

A UNITA convocou no início do mês uma marcha pela liberdade para este sábado, 24 de setembro. O evento foi…
STP: Partido Novo quer criar gabinete para incentivar a emigração

STP: Partido Novo quer criar gabinete para incentivar a emigração

O presidente do Movimento para o Progresso – Partido Novo, Abílio Espírito Santo, tem partilhado a sua experiência como emigrante durante…
STP: MLSTP e ADI terminam campanha com apelos para maioria absoluta

STP: MLSTP e ADI terminam campanha com apelos para maioria absoluta

Os maiores partidos de São Tomé e Príncipe, MLSTP e ADI, encerram a campanha eleitoral nesta sexta-feira, 23 de setembro, fazendo os…
NASA: Com a cabeça na lua

NASA: Com a cabeça na lua

E eis que a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (NASA) volta a estar nos holofotes da comunicação social. Tudo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin