Moçambique: Nyusi autoriza passagem de Lagos Lidimu à reserva com efeitos retroactivos a 2008

O Presidente Filipe Nyusi assinou, em 14 de Outubro passado, o Despacho Presidencial 82/2022, autorizando que o General Lagos Lidimu passe à reserva, apesar de este ter cessado funções nas Forças Armadas de Defesa (FDS) há mais de 14 anos.

O mesmo Despacho determina que a passagem à reserva produz efeitos retroactivos a 20 de Julho de 2008.

Recorde-se que Lagos Lidimu foi Chefe de Estado Maior das FDS entre Abril de 1995 e Março de 2008, sendo mais tarde nomeado pelo próprio Nyusi para a chefia máxima do Serviço de Informação e Segurança do Estado (SISE).

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…