Moçambique: Nyusi diz que números da corrupção são assustadores

Presidente de Moçambique considerou assustadores os casos de corrupção no país. “O aumento de casos assusta-nos”, disse Filipe Nyusi, garantindo que será feito um combate “firme” contra este tipo de crimes. 

As declarações foram feitas no discurso proferido por ocasião do encontro anual com o corpo diplomático acreditado em Maputo. Segundo o governante, o número de processos-crime por corrupção aumentou de 911 em 2019 para 1.280 em 2020, o que indica uma subida de 40,5%. 

 Mesmo preocupado com o crescimento destes casos, realçou que há uma boa leitura a fazer dos números, uma vez que sinalizam a deteção de mais casos e o sucesso do combate à corrupção. Assim, explicou, o aumento “não deve ser entendido apenas como crescimento de casos em Moçambique”. 

“Eu até, às vezes, fico satisfeito quando isso acontece, porque a subida é também resultado de mais trabalho nas instituições, que permite despoletar mais casos e mais responsabilização”, concluiu. 

No entanto, o chefe de Estado alertou para a complexidade do combate à corrupção, já que “os corruptos pensam” em maneiras de escapar à lei. “O nosso compromisso e combate veemente à corrupção e a todas as suas manifestações é total e enérgico”, frisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin