Moçambique: Nyusi diz que polícia deve assegurar regresso de deslocados

O Presidente da República e Comandante-Chefe das Forças de Defesa e Segurança de Moçambique afirmou em Nampula que cabe à polícia garantir o regresso da população às zonas de origem

Filipe Nyusi referia-se assim aos deslocados que fugiram de zonas da província de Cabo Delgado devido a ataques terroristas. 

Neste sentido, o chefe de Estado apelou às companhias da Polícia da República de Moçambique (PRM), formadas na especialidade de proteção policial, na cidade de Nampula, que assegurassem esse regresso. 

Além da necessidade de combater os terroristas, Nyusi falou também sobre a importância de garantir a ordem e a tranquilidade nos distritos onde têm ocorrido as invasões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin