Moçambique: Nyusi diz que terrorismo não se deve a conflitos religiosos

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, rejeita a possibilidade de o terrorismo existente nos distritos a norte da província de Cabo Delgado dever-se a questões religiosas, indica o “MMO Notícias”. 

A declaração foi feita nesta quinta-feira, 19 de maio, em Maputo, durante um encontro com o líder da Igreja de Jesus Cristo dos Santos Dos Últimos Dias, Elder Rasband, que está de visita ao país. 

Segundo o Presidente de Moçambique, entre os terroristas existem pessoas de diferentes religiões, origens e etnias. Nyusi realçou que o país é um Estado laico e que olha para a religião como parceira na promoção de ações que visam o desenvolvimento. 

Recorde-se que os ataques terroristas em Cabo Delgado começaram em outubro de 2017. Apesar de ainda haver invasões, foram registadas algumas melhorias na segurança desde que se intensificaram as ações de combate aos terroristas por parte das Forças de Defesa e Segurança (FDS), com o apoio do Ruanda e da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SAMIM, sigla inglesa), que estão no país desde o segundo semestre de 2021.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde é dos 21 melhores destinos para visitar em 2023

Cabo Verde é dos 21 melhores destinos para visitar em 2023

Cabo Verde encontra-se entre os 21 melhores destinos para se visitar em janeiro de 2023, de acordo com a lista…
Angola: Acidentes de viação são segunda causa de morte do país

Angola: Acidentes de viação são segunda causa de morte do país

A Vice-Presidente de Angola, Esperança da Costa, partilhou a sua surpresa no que diz respeito à existência de um grande número…
Moçambique recebe mais USD 59 milhões do FMI para OE

Moçambique recebe mais USD 59 milhões do FMI para OE

O Fundo Monetário Internacional (FMI) concluiu a primeira avaliação do programa de financiamento de três anos ao Orçamento do Estado…
Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima um crescimento considerável do crédito à economia em 2023 para Moçambique.  Se isso se…