Moçambique: Nyusi exonera vice-ministra e secretários de Estado

O chefe de Estado moçambicano exonerou nesta quinta-feira, 19 de janeiro, a vice-ministra da Saúde, Farida Abdula Urci. Filipe Nyusi decidiu nomear Ilesh Jani para o cargo, que era até então Diretor-Geral do Instituto Nacional de Saúde. 

O Presidente da República exonerou ainda cinco secretários de Estado, entre os quais Dinis Vilanculo, da província do Niassa, Mety Gondola, da província de Nampula, Judith Mussacula, da província de Zambézia, Victória Diogo, da província de Maputo, e Edson Macuácua, da província de Manica. 

Para preencher esses cargos nomeou Jaime Neto, ex-ministro da Defesa Nacional e então presidente do Conselho de Administração da Imprensa Nacional de Moçambique, que será secretário de Estado na província de Nampula, seguido de Judith Mussacula, para província de Maputo, de Lina Portugal, para a província do Niassa, de Stefan Mphiri, para província de Manica, e de Cristina Mafumo, para a província da Zambézia. 

O governante decidiu também reconduzir Amália Uamusse para o cargo de vice-Reitora da Universidade Eduardo Mondlane.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Rússia considera ilegais novas sanções dos EUA e Reino Unido

Rússia considera ilegais novas sanções dos EUA e Reino Unido

O Kremlin considera “completamente ilegais” as novas sanções impostas pelos Estados Unidos da América (EUA) e pelo Reino Unido à…
Angola: UNITA diz que manifestações de rua vão regressar

Angola: UNITA diz que manifestações de rua vão regressar

O deputado Nelito Ekuikui, líder da JURA (braço juvenil da UNITA), considera que o  partido deve liderar novas manifestações de…
Moçambique: José Manteigas diz que Venâncio Mondlane não foi excluído do conselho nacional da Renamo

Moçambique: José Manteigas diz que Venâncio Mondlane não foi excluído do conselho nacional da Renamo

O porta-voz da Renamo, José Manteigas, esclareceu, este domingo, que o deputado Venâncio Mondlane não foi afastado do partido, apenas…
Moçambique: Momade chama "Judas" a Mondlane

Moçambique: Momade chama "Judas" a Mondlane

O líder da Renamo, Ossufo Momade, afirmou que foi um “membro Judas” que se queixou aos tribunais e à comunicação…