Moçambique: Nyusi exonera vice-ministra e secretários de Estado

O chefe de Estado moçambicano exonerou nesta quinta-feira, 19 de janeiro, a vice-ministra da Saúde, Farida Abdula Urci. Filipe Nyusi decidiu nomear Ilesh Jani para o cargo, que era até então Diretor-Geral do Instituto Nacional de Saúde. 

O Presidente da República exonerou ainda cinco secretários de Estado, entre os quais Dinis Vilanculo, da província do Niassa, Mety Gondola, da província de Nampula, Judith Mussacula, da província de Zambézia, Victória Diogo, da província de Maputo, e Edson Macuácua, da província de Manica. 

Para preencher esses cargos nomeou Jaime Neto, ex-ministro da Defesa Nacional e então presidente do Conselho de Administração da Imprensa Nacional de Moçambique, que será secretário de Estado na província de Nampula, seguido de Judith Mussacula, para província de Maputo, de Lina Portugal, para a província do Niassa, de Stefan Mphiri, para província de Manica, e de Cristina Mafumo, para a província da Zambézia. 

O governante decidiu também reconduzir Amália Uamusse para o cargo de vice-Reitora da Universidade Eduardo Mondlane.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Portugal e Cabo Verde convertem dívida em fundo climático

Portugal e Cabo Verde convertem dívida em fundo climático

A dívida de Cabo Verde a Portugal vai ser convertida num Fundo Climático e Ambiental, de acordo com um memorando…
Moçambique: Município de Quelimane conta com mais meios para Saneamento Urbano

Moçambique: Município de Quelimane conta com mais meios para Saneamento Urbano

A Empresa Municipal de Saneamento (EMUSA) conta, desde 19 de janeiro, com novos equipamentos para serviços de saneamento municipal na…
Guiné-Bissau: Fim da coligação com MADEM provoca aproximação do PRS ao PAIGC

Guiné-Bissau: Fim da coligação com MADEM provoca aproximação do PRS ao PAIGC

A situação política da Guiné-Bissau está há seis meses num imbróglio e poderá conhecer novos capítulos nos próximos dias. Há…