Moçambique: Nyusi faz visita surpresa às Forças de Defesa e Segurança em Cabo Delgado

O governante moçambicano realizou uma visita surpresa aos acampamentos militares das Forças de Defesa e Segurança (FDS) em Cabo Delgado, estando as mesmas destacadas para o combate aos grupos armados que têm aterrorizado a zona norte da referida província.

De acordo com um comunicado da Presidência da República, Filipe Nyusi deslocou-se até ao local com o objetivo de se inteirar no terreno sobre as diversas ações das várias unidades das FDS. Durante o diálogo que manteve com os membros das FDS, o Chefe de Estado encorajou-os a continuarem firmes na defesa da pátria e da soberania, tendo salientado que “somente quem está no terreno dia e noite, a enfrentar todos os desafios, tem a dimensão do que está a ser feito”.

“A missão de defender a pátria nunca termina. Os inimigos da soberania sempre existiram e existirão. Portanto, é uma missão permanente e sobretudo da maneira como as atuais ameaças manifestam-se nas sociedades. Todos os países vivem esse cenário. Nós vamos defender esta pátria até ao último moçambicano, até ao último soldado, até ao último guarda policial. Essa é a missão nossa, porque é esta terra que nos viu a nascer, é desta terra que nós temos que viver, é desta terra onde temos que criar os nossos filhos e criar a riqueza para o futuro”, declarou.

Nyusi mencionou ainda que tem feito contactos de várias formas com as populações, que dizem sentir-se encorajadas com a presença das FDS no terreno. “Espero que tenham consciência de que os ataques sempre vão prevalecer por parte daqueles que minimizam a vossa tarefa, mas é importante que mantenham o foco das vossas ações e energias na defesa da pátria e da soberania”, reforçou.

O político incentivou também os membros da FDS a observarem a disciplina, principalmente no trato com a população, uma vez que considera que não faz sentido defender sem respeitar. Foi igualmente deixado um apelo à colaboração da população, tida como fundamental para o sucesso desta missão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Providência Cautelar provoca novo adiamento do Congresso do PAIGC

Guiné-Bissau: Providência Cautelar provoca novo adiamento do Congresso do PAIGC

O Xº Congresso do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) que deveria decorrer de 10 a…
Cabo Verde: PAICV quer "gestão transparente" do dinheiro disponibilizado por Portugal

Cabo Verde: PAICV quer "gestão transparente" do dinheiro disponibilizado por Portugal

O PAICV apelou a uma “gestão transparente” dos montantes disponibilizados por Portugal, no âmbito da cimeira bilateral com o país…
Brasil: missão de solidariedade resgata 68 refugiados da guerra, na Ucrânia 

Brasil: missão de solidariedade resgata 68 refugiados da guerra, na Ucrânia 

Pousou em solo nacional na manhã de quinta-feira (10) o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que trazia 42 brasileiros…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin