Moçambique: Nyusi ironiza “meninos de recados” no apoio contra o terrorismo

O chefe de Estado moçambicano recebeu nesta quinta-feira, 13 de maio, os embaixadores-representantes do corpo diplomático acreditado em Moçambique. Filipe Nyusi aproveitou o momento para falar sobre as alegadas “más interpretações” acerca da maneira como o país se tem posicionado na abordagem das múltiplas manifestações de prestar apoio militar no combate ao terrorismo. 

“Não são palavras e declarações à imprensa que ditam a aceitação de apoios em forma de simples intenções”, criticou, deixando assim recados em relação ao assunto. 

O Presidente da República disse não precisar de “meninos de recados” sobre as necessidades de apoio necessárias para combater o terrorismo na província de Cabo Delgado. 

“Havendo vontade que um país soberano tenha, um país com bandeira… (não pode) usar meninos de recados para falar com o Governo, salvo se a diplomacia esteja a falhar neste país”, afirmou. 

“Sempre dissemos que somos fortes em termos de cooperação e não precisamos de meninos de recados para podermos falar sobre problemas de um país irmão, de um país vizinho”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin