Moçambique: Nyusi nomeia novo vice-Comandante-Geral da PRM

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, nomeou Fernando Francisco Tsucana para o cargo de vice-Comandante-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM). Timóteo Bernardo foi assim exonerado.

Tsucana desempenhava anteriormente o cargo de vice-reitor da Academia de Ciências Policiais (ACIPOL). 

O Presidente da República promoveu ainda o Brigadeiro Eugénio Augusto Roque ao posto de Major General, tendo este já sido Chefe do Estado-Maior da Casa Militar. Trata-se da substituição de Tiago Alberto Nampele, que passa a assumir então as funções de Comandante do Ramo do Exército. 

No Serviço Cívico de Moçambique o governante nomeou Ezequiel Isac Muianga para o cargo de Comandante do órgão, substituindo Messias André Niposso. 

Quanto a promoções, Nyusi promoveu os Coronéis Estêvão Francisco, Ricardo Armando Eugénio Macuvele, Omar Nalá Saranga, Francisco Maurício Assane e Leonardo da Graça Dimas aos postos de Brigadeiros, bem como o Capitão-de-Mar-e-Guerra Bernardo Estêvão Nchokomala ao posto de Comodoro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin