Moçambique: Nyusi terá recebido suborno de um milhão de dólares da Privinvest

O principal arguido das dívidas ocultas, Jean Boustani, continua a fazer revelações sobre o caso durante o seu julgamento, realizado em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América.

Depois de ter contado no depoimento prestado na terça-feira, 19 de novembro, que o ex-Presidente da República de Moçambique Armando Guebuza pediu o apoio da empresa Privinvest para a Frelimo, partido moçambicano no poder, mencionou o nome do atual Chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, escolhido nas eleições presidenciais de 15 de outubro deste ano para realizar o segundo mandato no cargo.

A codificada planilha de subornos da Privinvest foi totalmente decifrada nesta quarta-feira, quando Boustani afirmou que Nyusi recebeu, em 2014, subornos de um milhão de dólares (903.357 euros) da referida empresa. O dinheiro foi, alegadamente, enviado para uma empresa chamada Sunflower International, com sede em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos.

“Nuy é o atual Presidente de Moçambique, Filipe Jacinto Nyusi. Pagámos-lhe um milhão de dólares como contribuição para a sua campanha eleitoral (em 2014)”, declarou perante o juiz William F. Kunnitz II, que obrigou o arguido a decifrar as siglas escritas num email que contém uma lista de pagamentos da Privinvest a moçambicanos.

Segundo a mesma fonte, também o ex-ministro da Indústria e Comércio no governo de Guebuza, Armando Inroga, recebeu um milhão de dólares das dívidas ocultas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Estudo descobriu que o óleo de cannabis medicinal é eficaz no tratamento do autismo

Estudo descobriu que o óleo de cannabis medicinal é eficaz no tratamento do autismo

Investigadores da Universidade de Tel Aviv (TAU) trataram com sucesso o autismo com óleo de cannabis medicinal. Os cientistas descobriram…
Angola: CASA-CE trabalha para vencer as eleições em 2022

Angola: CASA-CE trabalha para vencer as eleições em 2022

O secretário provincial da CASA-CE no Moxico, Salomão Sapalo Lutchaji, partilhou que a coligação está a trabalhar para vencer as…
1.500 línguas podem ficar extintas até ao final deste século

1.500 línguas podem ficar extintas até ao final deste século

Os cientistas estimam que o mundo ainda tenha aproximadamente 7.000 línguas vivas, muitas destas línguas, de populações menores, estão em…
Moçambique: Ministro da Defesa diz ser preocupante ataques no Niassa

Moçambique: Ministro da Defesa diz ser preocupante ataques no Niassa

O Ministro moçambicano da Defesa Nacional, Cristovão Chume, admitiu nesta segunda-feira em Maputo, que a expansão dos ataques terroristas à…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin